0
0 Items Selecetd
No products in the cart.
0
0 Items Selecetd
No products in the cart.
Fechar
Voltar

JLD’MAG

Previna-se da queda de cabelo sazonal

À semelhança do ser humano, o cabelo sofre alterações consoante a estação do ano. Mal o sol começa a espreitar, sentimo-nos mais animados, o que se reflete nos nossos cabelos, que tendem a crescer mais depressa. Com a chegada da chuva e do frio, vamo-nos mais abaixo, e os nossos cabelos começam a cair que nem as folhas das árvores. Passamos a explicar.
 
Na primavera e, principalmente, no verão, o crescimento do cabelo ganha impulso graças à ação dos raios solares. Ora, dá pelo seu cabelo a crescer mais depressa. “Mas, com o outono a levar a melhor, as suas hormonas pregam-lhe partidas. E, tendo em conta que o bolbo está sujeito às variações hormonais, os cabelos caem, portanto, mais depressa.” Mas nada de entrar em pânico! Temporário, este fenómeno não dura mais do que um a dois meses. “Não deixa, contudo, de ser verdade que há pessoas que se ressentem mais da queda do que outras.”
 
Para prevenir esta queda sazonal, própria do outono, saiba que existem hábitos e produtos que podem ser ótimos aliados. Em primeiro lugar, os suplementos alimentares. “Uma alimentação equilibrada acompanhada de suplementos alimentares ricos em vitaminas ajudam os seus cabelos a aguentar a barra! Faça um tratamento de um mês para tornar os seus cabelos mais resistentes e brilhantes ao mesmo tempo.”
 
Massajar o couro cabeludo permite igualmente reativar a circulação sanguínea, favorecendo assim o crescimento do cabelo. “Por isso, a lavar o cabelo, não hesite em efetuar uma massagem ao couro cabeludo com a ponta dos dedos, à vontade durante um minuto, fazendo por descolar bem a pele do mesmo.”
 
De nada adianta alterar a frequência com que costuma lavar o cabelo. Não é porque os lava regularmente que estes irão cair em maior abundância. “Pode continuar a usar os seus champôs e as suas máscaras habituais, desde que adequados à natureza do seu cabelo, sem esquecer de o enxaguar bem para não o pesar.” Isto porque, se ficarem resíduos dos produtos usados por não terem sido devidamente removidos, sujeita-se a abafar o seu cabelo, o que promove a queda do mesmo.
 
A nossa dica: Se, passados dois meses, a queda persistir, ou se os seus cabelos tiverem tendência a cair em tempo normal, pondere a hipótese de iniciar um tratamento antiqueda. Nesse caso, consulte um dermatologista ou dirija-se a uma farmácia para realizar um tratamento antiqueda de aplicação tópica.

PARTILHAR

Pode também gostar

Previna-se da queda de cabelo sazonal

À semelhança do ser humano, o cabelo sofre alterações consoante...

Ler Mais

Corte de cabelo escalado para cabelos finos: opinião de profissional

Os seus cabelos são finos, mas deseja adotar um corte...

Ler Mais

Os cortes de cabelo que promovem o volume como mais nenhuns

Nada de desanimar, ter os cabelos finos não é nenhuma fatalidade! Alguns...

Ler Mais