0
0 Items Selecetd
No products in the cart.
0
0 Items Selecetd
No products in the cart.
Fechar
Voltar

JLD’MAG

O acobreado em cabelos compridos: opinião de profissional

Na Jean Louis David, o acobreado é a cor fulcral da temporada outono-inverno 2015. Exibido em cabelos curtos para ilustrar a coleção, pode, no entanto, usar-se com um corte de cabelo mais comprido. Passando a miúdos…

Este ano, a cor é representada em cortes de cabelo curtos, mas não há qualquer razão para os cabelos compridos se privarem dele. «A cada 3 ou 4 estações, o acobreado regressa em força! Nas passarelas da estação, a tendência prendia-se com o cor de laranja, pelo que é nossa vontade dar destaque a esta cor também nos cabelos. Isto traduz-se num acobreado particularmente carregado em pigmentos».
Na imagem, a modelo usa um acobreado mais subtil. «Seja qual for a sua preferência em termos de cor, não há nada que não seja exequível no salão, na condição de a sua base ser clara! O cabeleireiro não pintará necessariamente toda a cabeleira dentro do mesmo tom. Também neste caso, depende da sua cor natural».

Aqui, o penteado não é estruturado. «Os cabelos são compridos, repicados e escalados, uma opção bastante feminina, permitindo assim que seja realçada a cor, como é o caso do casaco verde. São ambas cores opostas, o que permite dar destaque ao ruivo».

O nosso conselho: Os seus cabelos são bastante compridos, pelo que os cuidados são mais difíceis. É importante que a extensão do cabelo e que as pontas estejam sempre cheias de saúde, sem pontas espigadas. Por outro lado, para reavivar a cor, poderá usar os produtos da gama Color Therapy regularmente.

© Pixelformula © Jean Louis David

PARTILHAR

Pode também gostar

Que cuidados se deve dar a uma coloração?

A sua coloração requer atenção – a sua, principalmente –...

Ler Mais

Léxico para compreender a linguagem do seu cabeleireiro: a coloração

Antes de se aventurar a pintar os cabelos, é importante...

Ler Mais

Tinta cinza: opinião de profissional

Optar por uma tinta do cabelo cinza não é tarefa...

Ler Mais