LAURA

SUPERBI

3 adjectivos que o descrevam?

Dinâmica, apaixonada e sorridente. Sou apaixonada pela arte em geral e ser cabeleireira permite exprimir-me no dia-a-dia.

Qual foi o seu precurso?

Comecei muito jovem. O primeiro salão onde trabalhei foi um salão Jean Louis David em Florença, na minha cidade natal. Este primeiro trabalho permitiu-me exprimir a minha criatividade e, ambicionando horizontes maiores, vim até França. Alguns salões parisienses depois, quis transmitir o meu savoir-faire e tornar-me formadora, o que me permitiu evoluir dentro da minha profissão. Hoje, sou responsável por formar os cabeleireiros internacionais e adoro o meu trabalho! Mais recentemente fui até à Arábia Saudita, Portugal, Itália…

A sua especialidade?

Particularmente, os apanhados e finalizações. Gosto de dar movimento aos cabelos, trabalhando diferentes efeitos e texturas.

O que representa o universo Jean Louis David para si?

Para mim, o universo Jean Louis David é fashion e urbano. A cada estação, a colecção propõe cortes e colorações ao topo das melhores tendências.

Um momento de culto em salão?

A minha carreira tem sido pontuada por momentos fortes! Mas, se pudesse guardar só um, seria a minha participação num show de cabelos aos 19 anos, em Milão. Monsieur David estava presente, fiquei muito emocionada e foi absolutamente impressionante.

Um destino de férias?

Uma ilha! Idealmente Bora Bora para passar férias junto ao mar. Para umas férias passadas a relaxar na areia.

Um acessório?

Um par de óculos de sol! Talvez seja o meu lado italiano. Tenho imensos e adapto-os aos meus visuais. É um detalhe que complementa um look facilmente.

Um ícone rock?

Tina Turner! Adoro o seu look tigresse, a sua energia e a sua paixão. Adoro pensar que, mesmo se não somos parecidas fisicamente (risos), temos a mesma vontade de transmitir paixão na nossa profissão.

laura-superbi-img

LAURA

SUPERBI

3 adjectivos que o descrevam?

Dinâmica, apaixonada e sorridente. Sou apaixonada pela arte em geral e ser cabeleireira permite exprimir-me no dia-a-dia.

Qual foi o seu precurso?

Comecei muito jovem. O primeiro salão onde trabalhei foi um salão Jean Louis David em Florença, na minha cidade natal. Este primeiro trabalho permitiu-me exprimir a minha criatividade e, ambicionando horizontes maiores, vim até França. Alguns salões parisienses depois, quis transmitir o meu savoir-faire e tornar-me formadora, o que me permitiu evoluir dentro da minha profissão. Hoje, sou responsável por formar os cabeleireiros internacionais e adoro o meu trabalho! Mais recentemente fui até à Arábia Saudita, Portugal, Itália…

A sua especialidade?

Particularmente, os apanhados e finalizações. Gosto de dar movimento aos cabelos, trabalhando diferentes efeitos e texturas.

O que representa o universo Jean Louis David para si?

Para mim, o universo Jean Louis David é fashion e urbano. A cada estação, a colecção propõe cortes e colorações ao topo das melhores tendências.

Um momento de culto em salão?

A minha carreira tem sido pontuada por momentos fortes! Mas, se pudesse guardar só um, seria a minha participação num show de cabelos aos 19 anos, em Milão. Monsieur David estava presente, fiquei muito emocionada e foi absolutamente impressionante.

Um destino de férias?

Uma ilha! Idealmente Bora Bora para passar férias junto ao mar. Para umas férias passadas a relaxar na areia.

Um acessório?

Um par de óculos de sol! Talvez seja o meu lado italiano. Tenho imensos e adapto-os aos meus visuais. É um detalhe que complementa um look facilmente.

Um ícone rock?

Tina Turner! Adoro o seu look tigresse, a sua energia e a sua paixão. Adoro pensar que, mesmo se não somos parecidas fisicamente (risos), temos a mesma vontade de transmitir paixão na nossa profissão.

Todos os conselhos de Laura Superbi

A equipa de experts Jean Louis David

Luís Faria

Formador em paris

Vanessa Giani

Formador em paris

Aurea Sanchez-Colleto

Formador em paris

Jeferson Schneider

Gerente técnico

Charlotte Tolazzi

Formador em paris