0
0 Items Selecetd
No products in the cart.
0
0 Items Selecetd
No products in the cart.
Fechar
Voltar

JLD’MAG

Desfrisar o cabelo com sucesso

Desfrisar o cabelo consiste em modificar a sua estrutura. Como o cabelo está orientado de uma determinada maneira (podendo ser encaracolado ou frisado), ao desfrisá-lo, passa a ser orientado de maneira diferente (para um resultado liso). Mas, para chegar a esse resultado, várias técnicas são possíveis. Conheça-as a todas e tenha êxito na hora de desfrisar o cabelo!
 
A desfrisagem tradicional é aquela que contém ácido tioglicólico. “Este ácido entra no cabelo para romper as pontes de cistina antes de as voltar a ligar. Esta ação química irá modificar os elos do cabelo, de modo a esticá-lo.” Uma forma radical de satisfazer os seus desejos, embora seja mais recomendada aos cabelos bastante frisados ou encrespados, para um efeito de longa duração.
 
Se os seus cabelos forem simplesmente encaracolados, existem outras técnicas de alisamento químico, menos agressivas para o cabelo. “Existe, em primeiro lugar, a famosa escova progressiva, à base de queratina. Mas também o alisamento com cisteína e, por fim, a escova japonesa à base de proteínas de seda.” Uma vez liso, o cabelo fica mais maleável e fácil de pentear!
 
Mas nem pense em dirigir-se ao primeiro sítio que lhe aparecer ou em arriscar fazer o que bem lhe vier à ideia! Até porque, se os cabelos não forem desfrisados com os cuidados devidos, arrisca-se a alterar a matéria dos mesmos. “Antes de se precipitar para o cabeleireiro, saiba que existem algumas regras a respeitar. Está fora de questão, por exemplo, optar pela desfrisagem tradicional, se os seus cabelos forem pintados ou descolorados.” Os cabelos muito finos ou demasiado sensibilizados também devem evitar este tipo de processo, já que este poderá prejudicar a saúde dos mesmos, fragilizando-os.
 
No regresso a casa, toca a tratar dos cabelos acabadinhos de desfrisar! “Se tiver optado pela desfrisagem tradicional, terá de usar champôs e produtos de cuidado capilar próprios para cabelos secos, a fim de reidratar a fibra, ora ressequida, como é de esperar. No caso da escova progressiva e da japonesa, os champôs sem sulfato são uma boa solução para o cuidado dos cabelos desfrisados a domicílio.”
 
A nossa dica: Evite sujeitar os seus cabelos a mais de três desfrisagens por ano, sob pena de os sensibilizar. Já no caso das raízes, pelo facto de crescerem e de o ondulado natural voltar a notar-se, pode retocá-las de 3 em 3 ou de 4 em 4 meses.

PARTILHAR

Pode também gostar

O penteado da semana: o curto ripado

À semelhança do desfile Daks Primavera-Verão 2015 que ocorreu na...

Ler Mais

“Espetadas” de tranças: opinião de profissional

Bastante original, este penteado irá, muito provavelmente, agradar às mais...

Ler Mais

Que penteados de praia são adequados para cabelos encaracolados?

O cabelo encaracolado e rebelde muitas vezes tem uma mente...

Ler Mais